6 de set de 2011

De corpo e alma.

Já perdi as contas de quantas vezes nossos caminhos se cruzaram ou de quantas vezes nos despedimos e dissemos ''Nunca mais...'. Perdi as contas de quantas vezes reneguei este amor e de quantas vezes você achou que outro alguém poderia me substituir. Foram inúmeras as noites pensando, as ligações que deixei de atender, os sms's que deixei de responder ou até de ler evitando maiores problemas dos muitos que NÓS já havíamos causado.
Fui forte até demais, aguentei até demais, sufoquei com verdades que me eram expostas e as quais por muito tempo me neguei a acreditar.
Minha sanidade se fez mais presente do que eu achei que a tinha, todo este tempo ela controlou a vontade que eu tinha de correr e aceitar teus abraços. Não foi preciso, passou-se bastante tempo mas o vento mais uma vez lhe trouxe aqui. Com ar de quem vai ficar minha emoção se jogou na aventura de pagar pra ver, cansei de ser legal e simplesmente renegar este sentimento, me esconder no orgulho e deixar que outra pessoa seja ''feliz'' em meu lugar. Cansei de pedir para que vá embora e te deixar escorregar de minhas mãos. Cansei de dar desculpas aos meus medos. Cansei de insistir no ''Não dará certo...'' e decidi lutar por ''Faremos valer a pena...''.
Sinto o arrepio da pele, o sorriso que sai naturalmente, o abraço apertado de quem não quer se largar nunca mais. A sinceridade e naturalidade com que as coisas acontecem para nós.
As ligações intermináveis e a caixa de entrada do celular que sempre mostra ''Memória Cheia'. Afago os teus cabelo enquanto você aperta forte minha cintura e a conversa flui sem pressa alguma. Dançamos, sorrimos, brincamos, cantamos, conversamos,... Enfim voltamos ao nosso habitat, voltamos para nós.
Aaah se ele soubesse o quanto seus ombros me confortam e como seus abraços envoltos a minha cintura me trazer a maior felicidade e segurança, talvez, ele jamais me soltasse, pois ali eu me sinto completa!
Essa felicidade me dá medo mas deixei a sanidade pra lá, não custa nada tentar. Tenho sonhos, objetivos e o infinito desejo de conseguir.
Olhando para o mesmo sentido eu quero continuar esta caminhada. Mãos unidas e um só desejo: Não desistir, não nos perdemos novamente!
Não importa quantas vezes nós tentamos, o que importa é que ainda não desistimos, e isso, depois de tanto tempo, me faz acreditar que é amor, que ainda é você.
Que este sentimento não se abale e perdure por muito tempo.

O que é seu encontrará um caminho de chegar até você!


''Being happy doesn't mean that everything is perfect it mean that you've decided to look beyond the imperfections..."


2 comentários:

  1. o que é seu sempre volta!
    são indas e vindas do amor, mas todo amor é problemático.

    ResponderExcluir
  2. Gente, que texto maravilhoso! Concordo com você, tudo o que é nosso, nunca nos deixa.

    ResponderExcluir

Quem nunca altera a sua opinião é como a água parada e começa a criar répteis no espírito.
( William Blake)


Movimente a sua, faça-nos refletir e reflita sobre o que leva como verdade absoluta.


Nasci em um domingo de primavera ás 21:00 do dia 29 de Setembro de 1991. 1 mês antes do previsto e regida pelo signo de libra.Apaixonada por livros, séries, músicas, flosofia e tecnologia. Espírita Kardecista. Blogueira por amor e futura webmaster por formação. Nasci na selva de pedra mas meu lar é onde os pés encontram o mar e o sol tocar a pele. ♥ (+)