18 de fev de 2011

I want to be strong. I am..


Eu poderia simplificar tudo não é?
Indiferença é o que não me falta, muito menos amor próprio ou ego.
Amar a si mesmo antes de amar outro alguém.
Dura e difícil lição, entre trancos e barrancos, eu aprendi.
Faço a diferença em minha vida antes que alguém queria este poder.
Me auto controlo.
Escuto seu nome, shiiiiuu... me econdo no meu cantinho, dentro do meu amor, sozinha.
Você vai e vem tão leve como uma brisa e tão rápido como um furacão.
Fecho os olhos, espero que você não me veja. Me escondo onde puder repetindo a frase num pedido constante de ''não me encontre, não me encontre, não me encontre,...''
Seu cheiro percorre todos os cantes e sua voz ainda me faz estremecer.
Poderia ser tudo tão mais simples se,.. se eu não tivesse te deixado ficar todas as vezes, se eu tivesse enxergado desde o início tua verdadeira face, se eu mesma não tivesse me enganado,.. parecia tudo tão verdadeiro, tão real. Mas hoje é tudo tão pesado.
Você se vai mais uma vez, desistindo mais um dia de me procurar aos gritos. Quem sabe um dia canse, quem sabe um dia sua voz fraqueje, assim como fraquejaram meus sentimentos, e aí você se recolha, como eu.
Saio de meu esconderijo. Você já sei foi. Sinto-me forte ao apenas querer expulsar toda fraqueza, mas vejo o quão bem estou, e tua ausência mal algum me causou, além de toda esta dor e saudade eu sobrevivi, enfim o desamor não me matou. Que, sempre, assim seja.


Nasci em um domingo de primavera ás 21:00 do dia 29 de Setembro de 1991. 1 mês antes do previsto e regida pelo signo de libra.Apaixonada por livros, séries, músicas, flosofia e tecnologia. Espírita Kardecista. Blogueira por amor e futura webmaster por formação. Nasci na selva de pedra mas meu lar é onde os pés encontram o mar e o sol tocar a pele. ♥ (+)