6 de out de 2010

Você sabia que eu era assim.


Sinal fechado, esperei dias, semanas e até mesmo meses para vê-lo verdinho, dando o sinal de que eu poderia mesmo me lançar ao penhasco e nada. Me fechei para balanço e esqueci de avisar o mundo, olhei ao lado e o vi ali parado, com o seu sinal mais verde do que nunca mas permaneceu ali. Mas estava feliz em minha posição de solidão cúmplice, quis permanecer nesse sossego voluntário e então, mandei-o seguir.
Covarde de mais para encarar seus olhos e ouvir o ' adeus' escapando por aqueles lábios carnudos, usei de minhas palavras para colocar um fim naquilo tudo. Não daria certo de qualquer maneira, nossa sintonia tinha se perdido e eu precisaria de tempo para conseguir acompanhar o ritmo da música. Era mais justo deixar o caminho livre para ele encontrar pela estrada outras pessoas com os sinas tão verdes quanto o dele.
Tenho mania de apego, ao ve-lo dar partida senti vontade gritar - Fique mais um pouco, sua companhia me faz bem - . Mas achei egoismo demais prende-lo junto a minha reforma emocional.
Eu precisava ter encontrado com ele nessa estrada, mas sabia que ele deveria ser companheiro e que não deveria usa-lo como guincho nessa viagem da qual nem sei o destino. Quem sabe outrora nossas estradas cruzem-se novamente, foi bom te-lo por aqui.
Senti vontade agradecer pelos dias em que ele iluminou minhas noites vazias, pelos porres que lembrávamos na manhã seguinte acompanhado de boas gargalhadas, pelas surpresas durante a semana e até mesmo pelos dias em que fazia questão de provocar meu ciumes descontrolado. Mas achei tolice, compartilhamos de tudo isso e não as fizemos com o intuito de reconhecimento após o termino, deixamos sempre claro que queríamos ser lembrados como pessoas que ajudaram uma a outra para crescer mesmo que em um curto espaço de tempo.
Não sei dizer adeus, também não sei se devo. Mas espero que encontre paz e felicidade em outras estradas e que nenhuma delas tenha curvas tão perigosas ou buracos que atrapalhem o percurso.
Meu incrível, te intitulei assim e não foi atoa, sinto muito ter de partir assim, sem mais nem menos, mas é que preciso encontrar minha paz - ou deixa-la me encontrar - vá em frente seu caminho brilha tanto quanto seus olhos à meia luz. Continuarei sorrindo ao dizer seu nome e você estará guardado nas lembranças mais doces da minha vida.Por enquanto, adeus.

9 comentários:

  1. Olá queridas!!!
    Estou passando pela primeira vez por aqui, mas já estou seguindo, pois gostei muito do espaço de vcs.
    Sobre o post só tenho a dizer que o texto está perfeito e escrito de uma maneira gostosa, que de fato, envolve o leitor.
    Na vida, é preciso arriscarmos, pois tantas vezes perdemos oportunidades que n voltam duas vezes. Não vale a pena ser sempre um sinal vermelho.
    Um beijão, minhas flores. Me visitem tb e se puder, me sigam, ficarei mto feliz.
    Vou passar sempre por aqui...até a próxima! ;)
    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Thamy e Nessa, adooooooooorei o blog viu!
    to seguindo ta? (;
    segue tbm floress? ^^
    1beijo pra vcs :**

    ResponderExcluir
  3. Tem post novo...espero vcs lá ;)
    Beijos!!!
    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. as vezes é preciso se arriscar um pouco mais!

    ResponderExcluir
  5. A despedida é sempre o momento mais dificil...porque abrimos mão de um pedaço de nós mesmos.

    ResponderExcluir
  6. woow, que comovente! ):
    Adorei seu blog, passa no meu tambem:
    http://maisqueindelevel.blogspot.com
    bjs.

    ResponderExcluir
  7. E ele ou ela tem que te aceitar do jeito que é !

    ResponderExcluir
  8. Deixar aqui o convite para você também... estou convidando todas as meninas para darem uma passadinha no blog vou usar essa semana de avaliaço quero ver a visão do publico alvo antes de começar os posts... da uma passadinha lá? se puder e se tiver alguém pra indicar também nao vou reclamar huahaua

    http://exgalinha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. lindo demais seu texto.
    já me senti assim, e sei que é difícil, e ao msm tempo libertador.

    sucesso
    beijos

    ResponderExcluir

Quem nunca altera a sua opinião é como a água parada e começa a criar répteis no espírito.
( William Blake)


Movimente a sua, faça-nos refletir e reflita sobre o que leva como verdade absoluta.


Nasci em um domingo de primavera ás 21:00 do dia 29 de Setembro de 1991. 1 mês antes do previsto e regida pelo signo de libra.Apaixonada por livros, séries, músicas, flosofia e tecnologia. Espírita Kardecista. Blogueira por amor e futura webmaster por formação. Nasci na selva de pedra mas meu lar é onde os pés encontram o mar e o sol tocar a pele. ♥ (+)