18 de jul de 2010

O verso da folha...

Pegue suas coisas e saia, vá embora, suma. Me dá um tempo coração, preciso me recompor, ele se foi e agora vão restar mais dúvidas, saudades e lágrimas, mas finalmente ele se foi! Me dá um tempo coração, preciso respirar, parar de soluçar. Preciso renovar, me apoiar, esquecer.
Me dá um tempo, necessito de ar. Necessito de amor próprio, necessito de ego.
Me dá auto-controle por favor?
Orgulho cadê você?
Sumiram todos, você foi tirando de mim, um a um. Vida, tempo, paciência,... Cada sentimento que eu poderia ter usado contra ti desde o príncipio, você pegou! Pegou não, você roubou, com certeza. Sempre tem seus teatros, suas crises, suas dúvidas, suas inconsequências e nunca pensou em mim, nos meus sentimentos, então, por favor, não me pessa para fazer algo por você, para pensar em você ou em seus sentimentos, se é que você tem algum, ora bolas, suma de uma vez, saia daqui, sai de perto, a raiva está vindo, fico mais consciente, saia logo.
E lá vem a maldita saudade, haja paciência, o quê você quer sua anta? Saudade de que? Eu não mereço isso, mereço algo melhor, então vá embora sua falsa saudade.
E lá vem as lágrimas, podem cair a vontade, caem tanto de raiva como ao se recordarem de coisas boas, podem cair, isso, caiam exageradamente, mas parem daqui a pouco e já podem ir. Vocês me fazem bem, vem com dor e raiva, mas me fazem bem. Se esparramem e vão embora pouco a pouco, dia após dia.
Nem adianta bater na porta dona tentação, não vou ligar muito menos atender, as mensagens serão excluidas e não serão respondidas. Nem adianta vir. Você também pegue as suas malas e caia fora junto com o tranqueira.
Aaaa sim , esta é muito bem-vinda por aqui, pode entrar e se aconchegar, morar se quizer dona festeira. Vire uma borboleta dentro de mim, fique por um bom tempo. Até eu realmente me apoiar em outro alguém.
Venha sol, traga meus sorrisos, eles serão bem recebidos, estarão novamente em casa. Eu preciso deles, não, essses não,, eu quero os da pratileira de cima, os sinceros, esses fajutos eu já cansei. Preciso dos bonitos e brilhantes, ajudaram a dona festeira.
Espero que me valham as visitas boas e que as ruins parem de aparecer.
Que as lágrimas diárias comecem a secar rapidamente e não tenham mais forças para cair.
Que a ausência, a saudade, as lembranças e tudo mais que me leve até você, fique no passado, exatamente lá onde devem estar, PASSADO!
Que você não possa mais influenciar minha vida, tomar minhas decisões ou escolher meus rumos, de agora em diante eu, sozinha, farei isso. Fique longe e faça um bom esforço para que eu nem escute mais seu nome. Sua vida agora não me interessa e a minha interessa a todos que quizerem. Vou me divertir, sorrir, procurar um novo amor! Me sentir bem e principalmente, me sentir verdadeiramente amada. Por que as vezes eu só preciso de alguém para me apoiar e ter forças para continuar.
Ei coração, enquanto não chego lá, me dê um tempo, EU PRECISO VIVER!
Um brinde á nova EU!

6 comentários:

  1. Bom, eu não preciso reforçar aqui que a frase com ' Nematelmintos' ficaria muito melhor, mas isso aqui virou piada!
    Então, quero destacar o meu orgulho por ver que a cada dia seus textos melhoram e me tocam muito mais.São reais, não sei se é porque conheço a fundo o problema.. mas... acho todos muito reais

    Te amo Nessa, você sabe *-*

    ResponderExcluir
  2. Ai ai Viel, claro, por que não verme também né? Obrigada e pode ter certeza que grande parte da minha força e vontade de escrever mais e mais é por sua causa! Te amo e obrigada por tudo, principalmente por me proporcionar este espaço. ♥

    ResponderExcluir
  3. Realmente Lucas, verme seria ótimo ou praga kkkkkk.
    Mas referente aos atos isso é claro, sentimentos, queremos, mas não agimos! Obrigada ♥

    ResponderExcluir
  4. Um brinde, um brinde! Sinto o mesmo, de tudo o que escreveste guria..E como dói, sentir falta de algo que nem ao menos merecia qualquer sentimento ou palavra bonita, né? Mas acho que é isso que faz os melhores escritores ou poetas: essa facilidade de escrever, aumentada ainda mais na dor.
    Belo post!
    Beijoca gurias!

    ResponderExcluir
  5. pke meu comentário foi apagado? :S

    ResponderExcluir
  6. Isso mesmo Camila, quando tem sentimento as coisas ficam mais reais e conseguem prender mais a atenção do leitor, procuro sempre escrever quando estou realmente para explodir, e ai explodo em palavras...
    Lucas, não, eu não apaguei, faz outro HUAHSAIUHSUHui :X

    ResponderExcluir

Quem nunca altera a sua opinião é como a água parada e começa a criar répteis no espírito.
( William Blake)


Movimente a sua, faça-nos refletir e reflita sobre o que leva como verdade absoluta.


Nasci em um domingo de primavera ás 21:00 do dia 29 de Setembro de 1991. 1 mês antes do previsto e regida pelo signo de libra.Apaixonada por livros, séries, músicas, flosofia e tecnologia. Espírita Kardecista. Blogueira por amor e futura webmaster por formação. Nasci na selva de pedra mas meu lar é onde os pés encontram o mar e o sol tocar a pele. ♥ (+)