5 de jul de 2010

Fim do conto de fadas.

Por anos esperei pelo príncipe encantado, que faria tudo exatamente como nos meus sonhos, que entenderia quando eu desse alguma indireta e mais ainda quando falasse na lata. Esperei pelo cara que fosse reparar quando faço luzes, troco a cor do esmalte, o perfume e até o shampoo. Encontrei, anos depois o amado príncipe torna-se alguém que prefere pastar com vacas, pescar piranhas e andar com jumentos.
Chego à conclusão de que um lobo-mau é que vale a pena, alguém que não note quando troco de shampoo mas que me leva pra cama e me ama por horas à fio e no fim comenta sobre a calcinha vermelha nova que usava antes dele arranca-la com os dentes. Alguém que não escolha a cor do meu esmalte, mas que seja capaz de me levar ao cinema só para me agradar e logo depois me proponha um jantar à dois em um motel qualquer. Alguém que não entenda minhas indiretas, mas que passe a noite zelando pelo meu sono quando estou doente. Não precisa me achar a mulher mais perfeita do planeta, mas que seja incapaz de encontrar alguém melhor que a mim para fazer comparações banais.
Não quero um príncipe encantado, não precisa de carruajem, nem de sapatos de cristais, mas precisa de atenção, respeito, carinho, lealdade, fidelidade e amizade. Quero um fim de semana em uma praia qualquer, filme embaixo do edredom, pipoca, cinema e jantares.Mas também quero um dose de tequila com a companhia do meu amado, uma noite de sexo selvagem e outra de amor tranquilo, quero puxões de cabelo, jogadas na parede, quero ser lembrada do quanto o satisfaço, mas quero também carinho, beijo na boca e um ' eu te amo' depois do orgasmo.
Passear de mãos dadas, flores, perfumes, chocolates, telefonemas durante o dia, sms, e-mail, recado, depoimento. Quero um amor secreto, mas também espero que o afeto seja publico o suficiente para todas e qualquer uma reconhecer o fato de que ele me pertence.
Quero dominar e ser dominada, quero mandar e ser mandada. Não é tão difícil quanto parece, na pratica tudo isso deve funcionar bem. Quero sentir o egoismo dele em querer mostrar ao mundo que eu pertenço à ele e que meu corpo é todo dele, somente dele. Dormir de conchinha, acordar com algum café da manhã na mesa mesmo não comendo nada quando acordo.
Alguém capaz de entender que tudo isso só vai fazer sentido se a outra metade for ela e que tudo isso perde o sentindo quando ele faz com outras que não eu.
Um lobo-mau capaz de me deixar partir quando sentir que o mesmo não mais me quer, alguém que abra mão de mim mas que não me magoe. Que seja capaz de dizer Adeus de uma vez por todas e que não me faça chorar todos os dias.
Mas caso o lobo-mau não resolva aparecer, pode mandar o príncipe encantado.. atura-lo não será tão difícil.

8 comentários:

  1. Dois lobos-maus por favor? Isso tá mais pra cachorrinho ou príncipe mesmo. Muito bom amiga, mas para ser feliz num relacionamento não precisa disso tudo, basta ter um amor recíproco, igualmente demonstrado e valorizado de ambas as partes. Mas para variar, ótimo texto.

    ResponderExcluir
  2. Dois lobos-maus por favor? Isso tá mais pra cachorrinho ou príncipe mesmo. Muito bom amiga, mas para ser feliz num relacionamento não precisa disso tudo, basta ter um amor recíproco, igualmente demonstrado e valorizado de ambas as partes. Mas para variar, ótimo texto.

    ResponderExcluir
  3. "Encontrei, anos depois o amado príncipe torna-se alguém que prefere pastar com vacas, pescar piranhas e andar com jumentos."

    adoorei
    eu também encontrei e foi mesmo isso que aconteceu :S
    lindo o post

    beijo

    ResponderExcluir
  4. Ainda acredito no amor charmoso, sexy, porém doce e misterioso. Não pode ser "príncipe azul" demais, isso enjoa que nem maria mole e muito menos lobo mau, ninguém suporta tanta "maldade".
    Tudo comedido. Equilíbrio.
    Muito bom, gurias.

    T.S. Frank
    www.cafequenteesherlock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. MUITO legal! É uma prova de que o amor não é feito APENAS de palavras. Eu gostei, eu gostei...
    Talvez eu esteja sendo cético, mas para mim, o amor é uma fuga, uma tentativa de felicidade, reconhecendo que se pode encontrá-la dentro de si, mas com ajuda de alguém. Para mim, é contraditório, indeciso, inexplicável. O amor está contido nas coisas, nas lembranças e dentro da nossa cabeça. O coração nada faz, além de bater mais forte e enxer os nossos olhos d'água, mas quem sou eu para falar?

    ResponderExcluir
  6. Ei blogspot, devolva meus comentários ! gr

    ResponderExcluir
  7. sinta-se a vontade no meu cantinho haha, vou fazer o mesmo aqui, muito boa a postagem, como diz o Gabito, tô mais pra cavalo que deixou o principe cair no caminho, haha.

    ResponderExcluir
  8. "Queeem sabe o principe virou um chato!"
    Realmentee no amor não precisamos de pricipe de contos de fadas em um alazão, precisamos sim de reciprocidade ,empatia e de cumplicidade ! (:

    Auuuu, eu quero um loboo mal.hehe

    Otimoo texto

    ResponderExcluir

Quem nunca altera a sua opinião é como a água parada e começa a criar répteis no espírito.
( William Blake)


Movimente a sua, faça-nos refletir e reflita sobre o que leva como verdade absoluta.


Nasci em um domingo de primavera ás 21:00 do dia 29 de Setembro de 1991. 1 mês antes do previsto e regida pelo signo de libra.Apaixonada por livros, séries, músicas, flosofia e tecnologia. Espírita Kardecista. Blogueira por amor e futura webmaster por formação. Nasci na selva de pedra mas meu lar é onde os pés encontram o mar e o sol tocar a pele. ♥ (+)